[Índice] [Inicio dos videojogos] [1ª Geração] [2ª Geração] [3ª Geração] [4ª Geração] [5ª Geração] [6ª Geração] [7ª Geração] [Bibliografia]

Sexta Geração

A sexta era, referida algumas vezes a era dos 128 bits, iniciou-se em 1998 com o lançamento da Sega Dreamcast e inclui as consolas Sony Playstation 2, Nintendo GameCube e a Microsoft XBOX.

1998 – Dreamcast

Em 1996 apercebendo-se que a Playstation iria levar a melhor sobre a Saturn, inicia um novo projecto em duas frentes, uma nos EUA conhecido por Black Beld composto pela SegaSoft, Microsoft e 3Dfx e outra no Japão conhecido por Dural/Katana composta pela Sega Corp, Hitachi e NEC.

Apresentados os resultados das duas frentes, concluiu-se que a Katana era uma consola mais poderosa e robusta, a Black Belt apresentava maior facilidade de desenvolvimento e conversão de jogos de PC. A Sega optou pela Katana, e acrescentou de última hora, a possibilidade de alguns jogos utilizarem o sistema operativo Windows CE, da Microsoft, para facilitar a programação de jogos.

Em 27 de Novembro de 1998, a Sega lança no Japão a consola com o nome de Dreamcast, sem muito sucesso.

Em 9 de Setembro de 1999, é lançada nos EUA, vendendo várias unidades no primeiro dia e mais de um milhão nos dois meses e meio seguintes.

Em 14 de Outubro de 1999, é lançada na Europa.

A consola era a primeira a incluir um modem de 56k usado para aceder e jogar via Internet, tinha um processador Hitachi SH4 RISC a 200 MHz, entrada para 4 comando, os jogos armazenados no formato proprietário GD-ROM que tinha capacidade de 1 GB.

Em temos de acessórios foram lançados o VMU (Visual Memory Unit) que era um cartão de memória que continua um ecrã que podia ser usado para jogar mini jogos ou ver o conteúdo armazenado, Vibration Pack para fazer tremer o comando, volante, rato e teclado.

Com poucos bons lançamentos inicias a colecção e qualidade foi aumentando e apesar de em termos de hardware ser a melhor consola até ao lançamento da Playstation 2, a popularidade da Playstation junto dos utilizadores e produtores de jogos era tal que não permitiu à Dreamcast prosperar.

Apesar do sucesso nos EUA, o seu insucesso no Japão e os problemas financeiros da Sega fizeram com que a produção da Dreamcast parasse oficialmente em Março de 2001, e a produção de jogos em Março de 2002. A Dreamcast foi a ultima consola produzida pela Sega, dedicando-se à produção de jogos para as plataformas existentes.

 

Figura 164 - Dreamcast, comando e Visual Memory

 

Imagens de

www.yankidank.com

 

Figura 165 - Virtua Fighter 3tb (Sega 1999)

Figura 166 - Dead or Alive 2 (Tecmo 2000)

Figura 167 - Crazy Taxi (Sega 2000)

Figura 168 - Virtua Tennis (Sega 2000)

Figura 169 - Shenmue (Sega 2000)

Figura 170 - Daytona USA (Sega 2001)

 

Imagens de

www.videogamecritic.net/


2000 – Playstation 2

Lançada a 4 de Março de 2000 no Japão, 26 de Outubro de 2000 nos EUA e a 24 Novembro de 2000 na Europa a Playstation 2 é a segunda consola da Sony.

Apoiada pela maioria das produtoras de jogos, conseguindo com muitas exclusividade absoluta ou exclusividade de títulos chave e mantendo compatibilidade dos jogos da primeira Playstation torna-se muito popular. Popularidade que não foi abalada com o lançamento em 2001 da GameCube da Nintendo e em 2001 da XBOX da Microsoft.

A Playstation 2 para além da capacidade para ler jogos da primeira Playstation, lê jogos Playstation 2 em formato CD e DVD, Cds de música e filmes em DVD.

Foram vários e de vários estilos os jogos que contribuíram para o sucesso da Playstation 2, deste continuações bem sucedidas da primeira Playstation até títulos estreantes como o caso do Gran Turismo 3, 4, Gran Turismo A Spec, Metal Gear Solid 2, 3, Final Fantasy X, Tekken 3, 4, Devil May Cry 1, 3, a série Ace Combat, a série Ratchet & Clank, a série Jak and Daxter, ICO, Shadow of the Colossus, God of War entre muitos outros.

Em termos de acessórios a consola a consola mantém a compatibilidade dos acessórios feitos para a primeira Playstation como o cartão de memória que permite gravar as partidas dos jogos da Playstation mas não dos jogos da Playstation 2, os comandos possíveis de serem usados em todos os jogos da primeira Playstation e em vários nas não em todos da Playstation 2, entre outros acessórios. Em termos de acessórios feitos propositadamente para a Playstation 2 ela conta com o comando DualShock 2 que é praticamente uma actualização do primeiro DualShock, cartão de memória de 8 MB, Multitap um adaptador que permite vários jogadores simultaneamente, adaptador de rede Ethernet, disco rígido, comando remoto para controlar as funcionalidades dos filmes (avançar, pausa, etc), auscultadores com microfone usados por exemplo nos títulos da série Socom, Microfones usados na série de jogos SingStar, câmara usada por exemplo na série Eyetoy, guitarras usados por exemplo da série Guitar Hero, tapete, pistolas laser como a G-Con 2, rato, teclado.

A Sony lançou também um kit Linux que para além do sistema operativo incluía teclado, rato, disco rígido e adaptador Ethernet.

É possível também ouvir MP3, ver DiVx em consolas que tem instalado um chip (alteração não oficial) ou através de software de rede como o GameShark´s.

No verão de 2004 a Sony deixa de produzir o modelo da Playstation que fabricava até então, passando a construir um mais pequeno conhecido como Playstation 2 (PSTwo), para além do tamanho algumas diferenças são o facto do transformador passar a encontrar-se fora da consola, trazer já incluído o adaptador de rede Ethernet, deixar de ter o compartimento para colocar o disco rígido.

Em Janeiro de 2007 altura em que este texto está a ser escrito a Playstation 2 continua a ser popular apesar do lançamento a nível mundial da X-Box 360 da Microsoft e da Wii da Nintendo e do lançamento da Playstation 3 no Japão e EUA.

 

Figura 171 - Playstation 2 lançada inicialmente

Figura 172 - PSTwo (Playstation 2 mais pequena)

 

Imagens deesquerda

www.jackasscritics.com/fuersty.php

 

Imagem à direita de

www.preisvergleich.org

 

Figura 173 - Gran Turismo 3 (Sony 2001)

Figura 174 - Grand Theft Auto III (Rockstar 2001)

Figura 175 - Onimusha Warlords (Capcom 2001)

Figura 176 - Metal Gear Solid 2 Sons of Liberty (Konami 2001)

Figura 177 - Jak II (Sony 2003)

 

Figura 178 - Pro Evolution Soccer 5 (Konami)

 

 

Imagens de

www.videogamecritic.net/

 

 

2001 - Nintendo Game Cube

Anunciada em 1999 com o nome de código Dolphin a Nintendo lança em 14 de Setembro de 2001 no Japão a Gamecube a sucessora da Nintendo 64.

Em 18 de Novembro de 2001 é lançada nos EUA e em 3 de Maio de 2002 na Europa.

Com receio da pirataria, a Nintendo aposta num formato que não o DVD para distribuir os jogos, mas sim uma espécie de mini-DVDs com capacidade para 1,5 gigabytes e aproximadamente 8 centímetros de diâmetro. Devido a este formato proprietário, e à imagem "familiar" da Nintendo, muitos fabricantes preferiram dar o ou maior apoio à Playstation 2, passando a consola a ser suportanda principalmente por jogos da própria Nintendo.

Alguns dos sucessos feitos pela Nintendo para esta consola foram: Luigi's Mansion, Wave Race: Blue Storm, The Legend of Zelda: The Wind Waker, Super Mario Sunshine, Super Smash Bros. Melee, Metroid Prime, outros títulos também bem sucedidos de outros produtores de jogos foram Resident Evil, Baten Kaitos, Metal Gear: Twin Snake, Eternal Darkness e Sonic da ex rival Sega.

Uma das novidades desta consola foi o facto de permitir a interacção com a consola portátil Game Boy Advance.

Em termos de acessórios a consola teve uma grande variedade como comandos iguais ao distribuído com a consola com a capacidade de vibrar, uma versão sem fios por ondas de rádio do comando anterior, um comando moto serra especifico para o jogo Resident Evil 4, cartão de memória com capacidades de 59, 252 e 1019 blocos, Game Boy Player que permitia jogar os jogos de todos os tipos de Game Boy na televisão, os DK Bongos para usar por exemplo no Donkey Konga, cabo RF, Microfone usado por exemplo em Mario Party 6, 7 e Karaoke Revolution Party, Modem e Teclado usados para jogos Online como por exemplo o Phantasy Star Online Episode I & II.

 

Figura 179 – Game Cube

 

 

Imagem de

www.cifrovik.ru/catalog/open_goods/519/

 


 

Figura 180 - Luigi's Mansion (Nintendo 2001)

Figura 181 - Wave Race Blue Storm (Nintendo 2001)

Figura 182 - Super Smash Bros. Melee (Nintendo 2001)

Figura 183 - Mario Golf Toadstool Tour (Ninendo 2003)

Figura 184 - Legend of Zelda The Wind Waker (Nintendo 2003)

Figura 185 - Resident Evil 4 (Capcom 2005)

 

Imagens de

www.videogamecritic.net/


2001 – XBOX

Em Novembro de 2001 com o lançamento da XBOX nos EUA a Microsoft o gigante da informática entra no mercado das consolas.

O lançamento no Japão ocorreu em 22 de Fevereiro de 2002 e na Europa em 14 de Março de 2002.

Os jogos eram distribuídos em DVD, possuía a capacidade de ler CDs de música e filmes em DVD sendo necessário para ver filmes em DVD adquiri o comando remoto o que não acontecia com a Playstation 2.

A consola possuía um disco rígido que permitia guardar várias informações dos jogos e permitia guardar músicas que poderiam ser ouvidas em qualquer momento incluindo durante os jogos.

A consola teve poucos jogos exclusivos, sendo o mais bem sucedido a série Halo. Geralmente das conversões feitas para a XBOX, Playstation 2 e Gamecube eram na XBOX que ficavam melhor. Alguns jogos bem sucedidos na Xbox foram Project Gotham Racing Dead or Alive 3, MotoGP, Ninja Gaiden,Star Wars: Knights of the Old Republic.

Com a XBOX é possível jogar e conversar enquanto se joga pela Internet sendo para isso necessário adquirir o serviço Xbox Live.

Em termos de acessórios para além do comando que inicialmente saia com a consola foi lançado o comando controller S que era mais pequeno e tinha uma disposição dos botões diferente, acabando a determinado momento por ser aquele que acompanhava a consola. Existia também cartão de memória de 8MB, o Xbox Live Comunicator uns auscultadores com microfone, cabo RF para televisões mais antigas, o cabo advanced scart cable.

Figura 186 - XBOX com o comando inicial

 

 

Imagem de

xbox-codes.com/

 


 

Figura 187 - Halo (Microsoft 2001)

Figura 188 - Project Gotham Racing (Microsoft 2001)

Figura 189 - Project Gotham Racing 2 (Microsoft 2003)

Figura 190 - Halo 2 (Microsoft 2004)

Figura 191 - Ninja Gaiden (Tecmo 2004)

Figura 192 - Ninja Gaiden Black (Microsoft 2005)

 

Imagens de

www.videogamecritic.net/

 

 


Portáteis

2004 - PlayStation Portable

Em 12 de Dezembro de 2004 a Sony lança a sua primeira consola portátil no Japão a Playstation Portable conhecida também por PSP, nos EUA o lançamento foi a 24 de Março de 2005 e na Europa a 1 de Setembro de 2005.

A PSP para além do consola de jogos permite ver vídeos, fotografias, ouvir música e acesso sem fios (Wi-Fi) à Internet. Em termos de capacidades gráficas e de processamento é superior do seu concorrente mais directo a Nintendo DS, possui um ecrã 16:9 com alta luminosidade e definição, ligações por infravermelhos e USB (útil para transferência de dados com o PC).

Os jogos e filmes são geralmente distribuídos no formato UMD que tem uma capacidade de 1.8 GB sendo ainda possível usar também o Memory Stick Duo com capacidades que vão desde os 32 MB até aos 8 GB (em breve suportará 16 e 32GB) para armazenar vários tipos de dados como partidas e informações dos jogos, fotografias, musicas, filmes, etc.

A consola é vendida com carregado e bateria cujo tempo de vida pode varia entre cerca de 3 horas quando se está a aceder à Internet com as definições de brilho no máximo até cerca das 10 horas quando usada para ouvir MP3 com o ecrã desligado.

A consola possui ainda muitos outros acessórios como bolsa PSP, correia de pulso, auscultadores com comando à distância, adaptador de carro.

Neste momento apenas disponível no Japão, é possível anexar uma câmara e um receptor GPS que pode ser usado em alguns jogos como Metal Gear Solid: Portable Ops.

É ainda possível ligar a PSP à televisão com o acessório não oficial PSP On TV, os pontos fortes do acessório são o peso leve, qualidade de imagem acima das expectativas, facilidade de utilização, como ponto negativo tem a baixa qualidade de som.

 

 

Figura 193 - Playstation Portable conhecida também por PSP

 

Figura 194 - Grand Theft Auto Liberty City Stories

Figura 195 - Syphon Filter Dark Mirror

Figura 196 - NCAA Football 07

Figura 197 - Burnout Dominator

 

 

Imagens de

http://www.ign.com/


2004 - NINTENDO DS

Com uma forte tradição no mundo das consolas portáteis em 2 de Dezembro de 2004 a Nintendo lança no Japão a Nintendo DS. Nos EUA é lançada a 21 de Novembro de 2004 e 11 de Março de 2005 na Europa.

Tem um aspecto que a distingue das restantes portáteis ao trazer dois ecrãs, o inferior sensível ao toque, trás também um microfone embutido e ligação sem fios via Wi-Fi para interacção a pequenas distancias ou através da Internet ou maiores distancias com o acessório Nintendo Wi-Fi Connection.

A consola possuiu duas entradas para cartuchos, um onde são inseridos os jogos da própria consola e outro usado para jogos do GameBoy Advance sendo portanto retro compatível com esta ultima mas não com o GameBoy original nem com o GameBoy Color, o GameBoy Advance por não possuir o processador Zilog Z80 necessários a estas duas ultimas consolas. Devido à não retro compatibilidade com estas consolas iniciaram-se vários projectos para emular estas plataformas, um deles é o Goomba Emulator (http://www.webpersona.com/goomba/index.html) que permite jogar os jogos do GameBoy original no GameBoy Advance e por consequência na Nintendo DS.

A consola permite também jogar os jogos de qualquer região à excepção das versões japonesas devido aos caracteres. Jogos multi jogadores que requeiram que cada jogador tenha o seu cartucho, só irão funcionar se todos forem da mesma região.

Em termos de jogos para além dos herdados do GameBoy Advance, conta com jogos próprios como os habituais feitos pela Nintendo: Super Mario 64 DS, Mario Kart DS, Mario & Luigi: Partners in Time, Yoshi's Touch & Go, Metroid Prime: Hunters entre outros desenvolvidos por outras empresas como Castlevania: Dawn of Sorrow (Konami), Final Fantasy III (Square Enix), Resident Evil: Deadly Silence (Capcom), Sonic Rush (Sega), Mega Man ZX (Capcom), Viewtiful Joe: Double Trouble (Capcom).

A consola é vendida com carregado e bateria cujo tempo de vida pode varia entre as 4 e as 10 horas dependendo por exemplo do volume de som usado, da iluminação, e o uso do Wi-Fi. Para fazer pausa no jogo é possível fechar a consola fazendo com que esta entre no modo sleep.

Em termos de acessórios oficiais existem o Rumble Pack, o Play-Yan que é vendido originalmente como acessório para o GameBoy Advance e permite que esta e por consequência a Nintendo DS exiba vídeos MP4 e toque músicas MP3 a partir de cartões de memória SD, Nintendo DS MP3 Player, Auscultadores com microfone, TV Turner, Nintendo Wi-Fi USB Connector.

 

Figura 198 - Nintendo Ds

 

 

Imagem de

www.nintendo.com.au

 

Figura 199 - Castlevania Dawn of Sorrow

Figura 200 - Yoshi Touch & Go

Figura 201 - Metroid Prime Hunters

Figura 202 - Super Mario 64 DS

 

Imagens de

http://www.ign.com/

 

[Índice] [Inicio dos videojogos] [1ª Geração] [2ª Geração] [3ª Geração] [4ª Geração] [5ª Geração] [6ª Geração] [7ª Geração] [Bibliografia]